Profissionais: 7103
Prontuários: 496263

Portal Saúde Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos Algoritmos Diretrizes Fluxogramas

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Adobe Acrobat Reader
É necessário o Adobe Acrobat Reader instalado.

Urologia Fundamental: Capítulo 29 - Incontinência Urinária de Esforço (IUE).

Luis Augusto Seabra Rios, Herval Penalva Gomes.
Sociedade Brasileira de Urologia - SBU 2010.
Número: 1569 / Publicado em 10/03/2012 - 18:13

Incontinência urinária de esforço (IUE) é definida como perda involuntária de urina durante esforço, prática de exercício, ao tossir ou espirrar. Incontinência urinária de urgência é perda de urina precedida de urgência miccional, geralmente associada a polaciúria e a nictúria.

Abrir arquivo em PDF

Urologia Fundamental: Capítulo 28 - Bexiga Hiperativa (BH).

Rogério Simonetti Alves.
Sociedade Brasileira de Urologia - SBU 2010.
Número: 1568 / Publicado em 10/03/2012 - 18:13

Em 2002, a Sociedade Internacional de Continência definiu que bexiga hiperativa (BH) é uma síndrome caracterizada pelos sintomas de urgência urinária com ou sem incontinência de urgência, geralmente acompanhada de aumento na frequência miccional e nictúria, sem causa local ou metabólica.

Abrir arquivo em PDF

Urologia Fundamental: Capítulo 27 - Bexiga Neurogênica (BN).

Flávio Eduardo Trigo Rocha, Cristiano Mendes Gomes.
Sociedade Brasileira de Urologia - SBU 2010.
Número: 1567 / Publicado em 10/03/2012 - 18:12

Bexiga neurogênica (BN) é um termo criado para descrever disfunções vésico-esfincterianas que acometem portadores de doenças do sistema nervoso central ou periférico.

Abrir arquivo em PDF

Urologia Fundamental: Capítulo 26 - Avaliação Urodinâmica (EU).

Carlos Alberto Ricetto Sacomani.
Sociedade Brasileira de Urologia - SBU 2010.
Número: 1566 / Publicado em 10/03/2012 - 18:12

O exame urodinâmico (EU) é o método propedêutico de eleição para análise funcional do trato urinário inferior (TUI). Ele nos permite avaliar o comportamento vesical durante seu enchimento, e esvaziamento e, consequentemente, obter uma amostra do ciclo de micção do paciente.

Abrir arquivo em PDF

Urologia Fundamental: Capítulo 25 - Câncer de Próstata Avançado.

Renato Panhoca, Mário Henrique Bueno Bavaresco.
Sociedade Brasileira de Urologia - SBU 2010.
Número: 1565 / Publicado em 10/03/2012 - 18:11

O adenocarcinoma de próstata avançado pode ser detectado no momento do estadiamento inicial ou após tratamento de cunho curativo, quando se configura a chamada recidiva bioquímica caracterizada pela elevação do PSA.

Abrir arquivo em PDF

Urologia Fundamental: Capítulo 24 - Câncer de Próstata Localmente Avançado.

Marcos Francisco Dall’Oglio, Alexandre Crippa.
Sociedade Brasileira de Urologia - SBU 2010.
Número: 1564 / Publicado em 10/03/2012 - 18:11

Apesar dos esforços para detecção precoce do câncer de próstata (CP), atualmente pelo menos 10% dos homens são diagnosticados com doença localmente avançada (T3 Nx M0), com extensão extracapsular uni ou bilateral (T3a) ou invasão das vesículas seminais (T3b), configurando um subgrupo de pacientes com alto risco de progressão e de óbito pela doença.

Abrir arquivo em PDF

Urologia Fundamental: Capítulo 23 - Câncer de Próstata Localizado.

Stênio de Cássio Zequi, Rodrigo Sousa Madeira Campos.
Sociedade Brasileira de Urologia - SBU 2010.
Número: 1563 / Publicado em 10/03/2012 - 18:10

Anteriormente ao emprego do PSA, 70 a 80% dos diagnósticos de câncer de próstata (CP) se davam por sintomatologia. Nessa situação, os pacientes apresentavam doença avançada localmente (queixas urinárias, dor pélvica e uretero-hidronefrose) ou metastática (dor, anemia, caquexia, fraturas patológicas e compressões raquimedulares, entre outros).

Abrir arquivo em PDF

Urologia Fundamental: Capítulo 22 - Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) .

Hudson de Lima, Fabio Lorenzetti.
Sociedade Brasileira de Urologia - SBU 2010.
Número: 1562 / Publicado em 10/03/2012 - 18:10

Hiperplasia prostática benigna (HPB) é condição clínica frequente a partir da sexta década de vida, sendo a neoplasia benigna mais comum no homem.

Abrir arquivo em PDF

Urologia Fundamental: Capítulo 21 - Antígeno Prostático Específico (PSA).

Rodolfo Borges dos Reis, Marcelo Ferreira Cassini.
Sociedade Brasileira de Urologia - SBU 2010.
Número: 1561 / Publicado em 10/03/2012 - 18:09

Antígeno prostático específico (PSA) é uma protease da família das calicreinassintetizada no epitélio prostático e excretada no fluido seminal. Sua função principal é a liquefação do fluido seminal, por isso sua concentração no plasma é normalmente pequena.

Abrir arquivo em PDF

Urologia Fundamental: Capítulo 20 - Câncer de Testículo.

Eliney Ferreira Faria, Celso Heitor de Freitas Júnior.
Sociedade Brasileira de Urologia - SBU 2010.
Número: 1560 / Publicado em 10/03/2012 - 18:09

Neoplasia maligna de testículo é doença rara, com prevalência global de 1 a 2%. É a neoplasia mais comum em homens jovens (15 a 35 anos de idade) e associa-se a elevadas taxas de cura com tratamento multimodal, atingindo até 96% de sucesso.

Abrir arquivo em PDF

Portal Saúde Direta - Footer
Atualizado em
02/08/2020