Profissionais: 7090
Prontuários: 489121

Portal Saúde Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos Algoritmos Diretrizes Fluxogramas

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Adobe Acrobat Reader
É necessário o Adobe Acrobat Reader instalado.

Prevenção da Doença Estreptocócica Neonatal.

Rotinas Gerenciadas - Departamento Materno Infantil.
Hospital Israelita Albert Einstein - Outubro – 2006.
Número: 1608 / Publicado em 21/06/2012 - 09:04

A doença estreptocócica neonatal é causada uma bactéria, o estreptococo do grupo B (EGB) ou Streptococcus agalactiae, que é um coco Gram positivo. O principal sítio de colonização deste microrganismo é o trato gastrintestinal, mas pode, secundariamente, estar presente no trato genitourinário.

Abrir arquivo em PDF

Infecções por Candida em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Diretrizes Assistenciais.
Hospital Israelita Albert Einstein - Novembro – 2012.
Número: 1607 / Publicado em 21/06/2012 - 09:06

Na unidade de terapia intensiva (UTI) a infecção por Candida spp pode ser ainda mais freqüente, sendo responsável por 90 a 95% das infecções fúngicas documentadas.

Abrir arquivo em PDF

Meningites Linfocitárias e Meningoencefalite Herpética.

Diretrizes Assistenciais.
Hospital Israelita Albert Einstein - Novembro – 2008.
Número: 1606 / Publicado em 21/06/2012 - 09:06

As meningites linfocitárias podem ter várias etiologias, sendo as infecções virais as mais comuns. Nesse capítulo, serão abordadas apenas as meningites virais em hospedeiros imunocompetentes.

Abrir arquivo em PDF

Profilaxia Antimicrobiana Cirúrgica.

ANVISA.
Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA.
Número: 1605 / Publicado em 21/06/2012 - 09:08

O objetivo da profilaxia antimicrobiana em cirurgia é prevenir a infecção de sítio cirúrgico, atingindo níveis do antibiótico no sangue e nos tecidos que exceda, em toda a duração do procedimento, as concentrações inibitórias mínimas dos microrganismos mais freqüentemente encontrados naquele sítio.

Abrir arquivo em PDF

Manuseio da Meningite Bacteriana Aguda.

Diretrizes Assistenciais.
Hospital Israelita Albert Einstein - Novembro – 2008.
Número: 1604 / Publicado em 21/06/2012 - 09:09

A meningite bacteriana aguda é um processo inflamatório que envolve a aracnóide, pia-máter e o líquor cefalorraquidiano (LCR), decorrente da invasão do sistema nervoso central por bactérias. É uma infecção associada a significativa morbi-mortalidade em adultos e crianças. O risco do desenvolvimento de complicações ou óbito está relacionado à idade, condições clínicas prévias, o agente causal, gravidade da infecção e o retardo na instituição da terapia adequada.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo de Encefalite.

Diretrizes Assistenciais.
Hospital Israelita Albert Einstein - Novembro – 2012.
Número: 1603 / Publicado em 21/06/2012 - 09:10

Encefalite é uma Síndrome aguda do Sistema Nervoso Central (SNC), associada à alta morbidade e mortalidade, com sequelas cognitivas, comportamentais e até de epilepsias sintomáticas. Ao redor de 60% dos pacientes evoluem com transtorno graves de memória chegando ao diagnóstico de demência. Além do custo pessoal, familiar e social, esse paciente quando sobrevive, raramente se torna novamente produtivo.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo de Diagnóstico e Tratamento de Infecção do Trato Urinário (ITU).

Diretrizes Assistenciais.
Hospital Israelita Albert Einstein - Novembro – 2008.
Número: 1602 / Publicado em 21/06/2012 - 09:13

Algoritmo de diagnóstico e tratamento.

Abrir arquivo em PDF

Endotoxinas e Doenças Alérgicas.

Cinara R. Braga, Maria Cândida V. Rizzo, Charles K Naspitz, Dirceu Solé.
Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia - ASBAI.
Número: 1601 / Publicado em 18/03/2012 - 13:12

O papel das bactérias na alergia à poeira doméstica é pouco entendido. Trabalhos preliminares sugerem que as bactérias sejam componentes imunotóxicos da poeira doméstica, sendo consideradas potencialmente alergênicas.

Abrir arquivo em PDF

Determinação de Morte Encefálica - Reconhecimento Institucional dos Profissionais Habilitados.

Carlos Eduardo Soares Silvado, Duilton de Paola, Francisco José Carchedi Luccas.
Sociedade Brasileira de Neurofisiologia Clínica - SBNC.
Número: 1600 / Publicado em 18/03/2012 - 13:13

Nas instituições hospitalares onde forem realizados procedimentos de determinação de morte encefálica caberá à Comissão de Ética Médica encaminhar ao Conselho Regional de Medicina (CRM) e à Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos (CNCDO) do seu estado, com a periodicidade necessária, a relação dos profissionais médicos de sua instituição habilitados para realizar os procedimentos de determinação de morte encefálica. O processo de envio do nome dos profissionais habilitados deverá ser bastante ágil para poder atender as freqüentes mudanças que ocorrem no atendimento nos hospitais.

Abrir arquivo em PDF

Recomendações para a Utilização dos Potenciais Evocados Sensoriais (PES) no Diagnóstico da Morte Encefálica.

Francisco José Carchedi Luccas
Sociedade Brasileira de Neurofisiologia Clínica - SBNC.
Número: 1599 / Publicado em 18/03/2012 - 13:13

Para a confirmação do diagnóstico de morte encefálica existem, basicamente, dois tipos de exames, os circulatórios e os neurofisiológicos. Os exames neurofisiológicos, como o eletrencefalograma (EEG) e os Potenciais Evocados Sensoriais (PES) avaliam função e, na morte encefálica, se baseiam na demonstração do desaparecimento do aspecto funcional normal.

Abrir arquivo em PDF

Portal Saúde Direta - Footer
Atualizado em
17/06/2020
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter