Profissionais: 7086
Prontuários: 487752

Portal Saúde Direta - Busca Palavra

BUSCA POR PALAVRA

POSTAGENS ANTERIORES

TAGS CLOUD

Protocolos Algoritmos Diretrizes Fluxogramas

Advertência: Estes artigos e resumos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98), sendo vedada a sua transcrição sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais sem autorização dos autores.

Adobe Acrobat Reader
É necessário o Adobe Acrobat Reader instalado.

Condutas nas Intoxicações e Acidentes com Animais Peçonhentos

Secretaria da Saúde
Governo do Estado do Ceará - Novembro de 2010
Número: 2513 / Publicado em 01/08/2012 - 23:29

Tabelas de condutas e tratamento inicial.

Abrir arquivo em PDF

Raiva Humana - Normas Técnicas para Tratamento Profilático

Secretaria da Saúde
Governo do Estado do Ceará - Maio de 2010
Número: 2512 / Publicado em 01/08/2012 - 23:25

Informações gerais sobre o tratamento.

Abrir arquivo em PDF

Dengue - Classificação de Risco para Prioridade de Atendimento

Secretaria de Vigilancia em Saúde
Ministério da Saúde - Maio de 2010
Número: 2511 / Publicado em 01/08/2012 - 23:18

Suspeito de Dengue: paciente com febre com duração máxima de sete dias, acompanhada de pelo menos dois dos seguintes sinais/sintomas - cefaleia, dor retro-orbitária, mialgia, artralgia, prostração, exantema e que tenha estado em áreas de transmissão de dengue ou com presença de Aedes aegypti nos últimos 15 dias.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo de Tratamento da Tuberculose

Secretaria da Saúde
Governo do Estado do Ceará - Maio de 2010
Número: 2510 / Publicado em 01/08/2012 - 23:12

Esquema Básico (EB) - 2RHZE/4RH R (Rifampicina) - H (Isoniazida) - Z (Pirazinamida) - E (Etambutol)

Abrir arquivo em PDF

Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas - Distonias Focais e Espasmo Hemifacial

Secretaria de Atenção à Saúde
Ministério da Saúde - novembro de 2009
Número: 2509 / Publicado em 03/08/2012 - 11:07

Distonia é uma disfunção neurológica caracterizada pela contração involuntária e sustentada de um músculo isolado ou de um grupo muscular, podendo ser primária (idiopática) ou secundária a outras doenças. As distonias podem causar movimentos e posturas anormais, que podem ser incapacitantes e, frequentemente, dolorosos. Entretanto, nem toda contração muscular involuntária constitui uma distonia. Cãibras, tremor, espasticidade e outros movimentos involuntários, como coreia, não são considerados distonias.

Abrir arquivo em PDF

Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas - Espasticidade

Secretaria de Atenção à Saúde
Ministério da Saúde - novembro de 2009
Número: 2508 / Publicado em 01/08/2012 - 22:58

Espasticidade é um distúrbio motor caracterizado pelo aumento do tônus muscular, dependente da velocidade, associado à exacerbação do reflexo miotático. As principais causas de espasticidade são acidente vascular cerebral, traumatismo cranioencefálico e traumatismo raquimedular em adultos e paralisia cerebral em crianças.

Abrir arquivo em PDF

Ficha de Abdome Agudo

World Organization of Gastroenterology
http://www.medlearn.com.br/
Número: 2507 / Publicado em 21/07/2012 - 00:04

O uso de meios estruturados e padronizados para a coleta de dados clínicos e laboratoriais é fundamental para aprimorar a acurácia diagnóstica no abdome agudo. Um exemplo de ficha estruturada é a ficha de dor abdominal desenvolvida pela World Organization of Gastroenterology.

Abrir arquivo em PDF

Estudo mostra a Eficácia da Lei Seca na Redução de Acidentes de Trânsito no Estado de São Paulo

CISA - Centro de Informações sobre Saúde e Álcool
http://www.cisa.org.br
Número: 2506 / Publicado em 15/07/2012 - 22:39

Análise de casos ocorridos entre 2001 e 2010 mostram que a Lei nº 11.705/2008 diminuiu o número de vítimas fatais em 16% na capital.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo de Infusão Intravenosa de Heparina em Pacientes Neurológicos

Diretrizes Assistenciais.
Hospital Israelita Albert Einstein - Fevereiro – 2012.
Número: 2505 / Publicado em 03/07/2012 - 17:27

Este normograma para uso de heparina IV foi inicialmente desenvolvido para ser utilizado em pacientes com AVC isquêmico e ataque isquêmico transitório. Ele foi validado em um estudo clinic: “Toth C & Voll C. Validation of a Weight-Based Nomogram for the Use of Intravenous Heparin in Transient Ischemic Attack or Stroke. Stroke. 2002; 33: 670-674” que o testou com relação à segurança, facilidade de uso e carga de trabalho. Este estudo demonstrou que este normograma oferece menor duração dos períodos com níveis sub-terapêuticos ou supra-terapêuticos de anticoagulação pela heparina e menor incidência de complicações.

Abrir arquivo em PDF

Protocolo para uso de Heparina em Pacientes Pediátricos

Diretrizes Assistenciais.
Hospital Israelita Albert Einstein - Fevereiro – 2012.
Número: 2504 / Publicado em 03/07/2012 - 17:25

O objetivo do protocolo envolve o fornecimento de um sistema seguro de heparinização por via venosa ou subcutânea, prescrito pelo médico e administrado pela enfermagem.

Abrir arquivo em PDF

Portal Saúde Direta - Footer
Atualizado em
17/06/2020
Saude-Direta-Facebook Saude-Direta-LinkedIN Saude-Direta-Twitter